... Click AQUI e conheça o GUIA de Goiás Velho! ..



Quer uma página inicial sertaneja com os principais links? Clique aqui
... Usuários online .....

A História de Tião Carreiro e Pardinho

Tião Carreiro

José Dias Nunes nasceu no dia 13 de Dezembro de 1934 em Monte Azul , região de Montes Claros, norte das Minas Gerais e faleceu em 15 de Outubro de 1993 no Hospital da Beneficência Portuguesa na capital paulista. Criado numa fazenda nos arredores de Araçatuba , Interior do estado de São Paulo, começou a tocar violão ainda pequeno, com 8 anos de idade, quando também já cuidava do arado e dos afazeres na roça.

Aprendeu a tocar Viola na adolescência, praticamente sozinho, sem nunca ter tido um professor. Isto porque em 1950 , com apenas 13 anos, Tião Carreiro trabalhava no Circo Giglio , onde já cantava em dupla com seu primo Waldomiro da dupla Palmeirinha & Coqueirinho . O dono do circo dizia que "dupla de violeiros tinha que tocar viola" enquanto que na época, Tião tocava violão.

No mesmo ano, o mesmo circo apresentava em Araçatuba a dupla Tonico & Tinoco . E enquanto os irmãos estavam no hotel, Tinoco havia deixado sua viola no circo e Tião aproveitou para "decorar a afinação escondido".

Antes de conhecer o companheiro Pardinho, Tião Carreiro cantou em diversas duplas, tendo adotado diferentes nomes artísticos, tais como Zezinho (com Lenço Verde), Palmeirinha (com Coqueirinho) e Zé Mineiro (com Tietezinho). Lenço Verde e Coqueirinho eram pseudônimos do mesmo parceiro, o Waldomiro, que era primo de Tião Carreiro. Suas parcerias mais famosas foram com Antônio Henrique de Lima (o Pardinho) e Adauto Ezequiel (o Carreirinho).

Pardinho

Antonio Henrique de Lima , o Pardinho , nasceu em São Carlos em 14 de agosto de 1932 . Começou cantando com o nome de Miranda e formou uma dupla com Zé Carreiro (da dupla Zé Carreiro e Carreirinho ) em 1956 , para concorrer a um concurso para violeiros lançado pela rádio Tupi . A dupla ganhou o prêmio com o cururu “Canoeiro”. A partir daí, Antonio Henrique adotou o pseudônimo de Pardinho e começou a criar seus próprios sucessos.

Surgimento da dupla

Em 1954 , Tião Carreiro conheceu Pardinho no Circo Rapa Rapa , em Pirajuí (SP), quando Tião ainda tinha o pseudônimo de Zé Mineiro. Lá, eles cantaram pela primeira vez. Em 1956 , resolveram tentar a sorte em São Paulo , onde conheceram Teddy Vieira que, ouvindo a dupla, batizou José Dias Nunes de Tião Carreiro . Em novembro de 1956 , gravaram o primeiro disco juntos com destaque para as músicas “Cavaleiro do Bom Jesus” (de João Alves, Nhô Silva e Teddy Vieira) e “Boiadeiro Punho de Aço” (de Teddy Vieira e Pereira).

A dupla Tião Carreiro e Pardinho é tida com uma das principais da música sertaneja de raiz, considerados artistas de primeira linha no gênero. Encenaram também duas peças teatrais, “O Mineiro e o Italiano”, um melodrama baseado na música, e “Pai João”, o drama de um velho carreiro, e gravaram o filme “Sertão em Festa”, ambos com grande sucesso. Tião Carreiro e Pardinho chegaram a gravar quase 30 LPs, todos remasterizados em CDs, que continuam em catálago.

 

 

Site de da dupla Tião Carreiro e Pardinho

Email: / Telefone de Tião Carreiro e Pardinho:


Outras Informações em breve:

- Contratar os cantores e a dupla Tião Carreiro e Pardinho

- Ouvir, abaixar as músicas e vídeos de Tião Carreiro e Pardinho .

- Tudo sobre a trajetória de Tião Carreiro e Pardinho

- Assistir videos e clipes Lançamento de CD, DVD e VÍDEOS.

- Letras, Cifras e Discografia de Tião Carreiro e Pardinho

- Agenda de Shows.

- Ver Fotos e Imagens.

- Letras, Cifras e Discografia de Tião Carreiro e Pardinho

- Site da dupla Tião Carreiro e Pardinho